Subscreva a newsletter
 

Regiões Vitivinícolas

Madeira

Conhecida pela “Pérola do Atlântico”, a Madeira é reconhecida no mundo inteiro como um destino turístico de excelência, oferecendo belíssimas paisagens naturais.

Madeira
Voltar
O arquipélago da Madeira é composto pela Ilha da Madeira, Porto Santo, pelas três inabitáveis Ilhas Desertas e pela reserva natural das Ilhas Selvagens, situado em pleno oceano Atlântico a cerca de 1000 km de Portugal Continental, apresenta um clima subtropical e paisagens deslumbrantes.
Informação
Considerado um dos mais belos destinos de férias da Europa é, simultaneamente, uma região de culto da vinha, tendo como ex-libris o vinho "Madeira", apreciado em todo o mundo e conhecido pelas suas cores ricas, aromas envolventes e longevidade fora do comum, tido como o expoente máximo da produção de vinhos na região.
Os solos são de origem vulcânica, férteis, muito ricos em matéria orgânica. A produção de vinho da Madeira remonta, praticamente, à época da descoberta da ilha, na primeira metade do seculo XV. As primeiras castas foram introduzidas sob ordens do Infante D. Henrique.
A Denominação de Origem Madeira é constituída por cerca de 450 hectares de vinha, onde a casta dominadora, responsável por mais de 80% do encepamento total, é a Tinta Negra. As outras castas nobres são a Sercial, Verdelho, Boal e Malvasia, todas brancas.
O período de envelhecimento do vinho Madeira determina a sua qualidade, podendo ser classificado por esse período (cinco, dez e quinze anos). Além das extraordinárias qualidades do vinho da Madeira, no que concerne aos aromas e sabor, este generoso possui uma longevidade pouco comum, sendo praticamente eterno, pois passados centenas de anos após o seu engarrafamento, as suas caraterísticas permanecem intatas.
O vinho da Madeira começou a ser exportado para todo o mundo a partir do século XVIII. Era muito apreciado pela maioria das cortes europeias, principalmente em Inglaterra, França e nos Estados Unidos. Chegou inclusive a ser referenciado na peça que Shakespeare escreveu para o Rei Henrique IV. Também a produção de vinhos brancos, tintos e rosés acabou por ver reconhecida a sua qualidade o que levou à criação da denominação de origem da Madeira no ano de 1990.
Enoturismo
Enoturismo
Um passeio pela Madeira irá mostrar-lhe a beleza de imponentes falésias com vistas arrebatadoras, colinas ondulantes cobertas de vegetação, plantações de bananas e vinhas suspensas no cimo das colinas, bem como aldeias magnificamente preservadas, com casas e igrejas tipicamente portuguesas, que pontuam toda a ilha.
A bela cidade do Funchal, capital do arquipélago, localizada na costa Sul da ilha, numa bela baía banhada pelas águas do Atlântico, é rica em história, cultura, arquitetura e gastronomia, e oferece aos visitantes múltiplas atrações e atividades de lazer, magníficos jardins, praças e passeios de calçada portuguesa, museus e monumentos. Lá podem, também, ser visitadas as caves de vinho da Madeira, instaladas em casas tipicamente madeirenses, onde poderá provar uma vasta coleção de vinhos de várias colheitas, muitas delas antigas e verdadeiras raridades. No concelho do Funchal, poderá ainda visitar algumas adegas, nas quais poderá degustar uma grande variedade de vinhos e produtos regionais. Por altura das vindimas, em finais de Agosto e inícios de Setembro, ocorre a Festa do Vinho da Madeira, que procura recriar velhos hábitos da população madeirense associados aos seculares preceitos das lides vitícolas.
A gastronomia madeirense carateriza-se por uma cozinha de origem mediterrânea, que prima pelo tradicional e pelo contemporâneo, com grande variedade de peixe, marisco, vegetais e frutos tropicais. Os pratos tradicionais da ilha são, o bife de espadarte, o bife e escabeche atum, a espetada de vaca em pau de loureiro ou a espetada madeirense, um prato de carnes e frutos do mar amarrados numa espada e cozinhados na grelha. Referência também para o pão chamado "Bolo do Caco", servido habitualmente com manteiga de alho.
  • Portugal by Wine