Subscreva a newsletter
 

Regiões Vitivinícolas

Beira Interior

A região vitivinícola da Beira Interior usufrui de uma rica e longínqua cultura histórica, a qual remonta à fundação da nacionalidade portuguesa.

Beira Interior
Voltar
A Região da Beira Interior, localizada no interior centro de Portugal, encontra-se dividida em três sub-regiões, Castelo Rodrigo, Pinhel e Cova da Beira. Estas, apesar de se encontrarem separadas por cadeias montanhosas, partilham caraterísticas semelhantes.
Informação
É a região mais montanhosa de Portugal continental, compreendendo algumas das serras de maior altitude do país, entre elas a Serra da Estrela, Marofa e Malcata. Os solos são maioritariamente graníticos, com pequenas manchas de xisto. O clima apresenta uma forte influência continental, com grandes variações de temperatura, resultando em verões curtos, quentes e secos, e em invernos prolongados e muito frios, por vezes com neve.
A região possui cerca de 16 mil hectares de vinhas e uma grande variedade de castas, das quais se destacam a Tinta Roriz, Bastardo, Marufo, Rufete e Touriga Nacional, nas tintas e nas brancas, a Síria, Malvasia Fina, Arinto e Rabo de Ovelha.
A região tem apresentado uma grande evolução no que concerne ao número de produtores, às inovações no método produtivo e à qualidade dos seus vinhos, caraterísticas que lhe permitem afirmar-se, cada vez mais, como uma região de excelência no panorama vitivinícola português.
Os vinhos da Beira Interior, influenciados pelos invernos frios da montanha, resultam em brancos muito frescos e aromáticos e tintos também frescos, com aromas a frutos vermelhos e especiarias. Esta região produz ainda rosés e espumantes de grande qualidade e complexidade de sabores.
Enoturismo
Enoturismo
A diversidade das suas sub-regiões com os contrastes da serra, aldeias históricas, lugares arqueológicos, castelos e, por toda a parte, monumentos, igrejas e solares, transmitem a marca deixada pelos diversos povos que por ali passaram e garantem aos visitantes experiências culturais enriquecedoras.
A Serra da Estrela assume grande importância no panorama turístico da região. É o único local do território nacional onde se podem praticar desportos de neve, e o vasto maciço granítico, onde nascem dois grandes rios portugueses, o Mondego e o Zêzere, alberga das mais belas paisagens de Portugal.
A Rota dos Vinhos da Beira-Interior engloba os municípios de Figueira de Castelo Rodrigo, Pinhel, Almeida, Guarda, Celorico da Beira, Sabugal, Covilhã, Fundão, Penamacor, Belmonte e Castelo Branco. Apesar de nem todos os concelhos terem produção de vinho, têm algo que justifica a sua inclusão na rota, como monumentos ou hotéis.
Na gastronomia beirã destacam-se os enchidos, o cabrito assado, as trutas, a panela no forno, prato típico da Covilhã, o arroz de carqueja e a doçura do requeijão com doce de abóbora, pratos que representam os sabores da gastronomia regional. Conhecido internacionalmente, o queijo da serra alia o sabor rústico das tradições ao requinte da delícia que deixa no paladar, e deve ser provado envolvido numa fatia de pão de centeio, acompanhado com um bom vinho da região.
  • Portugal by Wine